08.05.2013 | Saúde x Longevidade | voltar

saude.jpg
A diabetes ainda é uma doença sem cura. No entanto, se os pacientes a controlam bem, podem diminuir sensivelmente as complicações decorrentes da enfermidade, melhorar a qualidade de vida e prolongá-la notavelmente. Hoje, daremos 10 dicas básicas elaboradas a partir de indicações de médicos especialistas no tema. Estes conselhos melhoram o tratamento e a prevenção da diabetes. 

1. É bom tomar diariamente um copo de leite desnatado e comer 250 gramas de queijo sem gordura. Algumas substâncias dos laticínios podem atrasar a transformação do açúcar dos alimentos no sangue. A proporção de diabéticos entre as pessoas que consomem derivados de leite com freqüência é até 70% menor em relação àquelas pessoas que não consomem estes produtos.

2. Comer espinafre no jantar. O espinafre é rico em magnésio, mineral que favorece a contenção do desenvolvimento da diabetes do tipo 2. O consumo habitual de magnésio pode diminuir em 10% o risco de ter a doença, especialmente nos pacientes que têm problema de obesidade. Neste caso, a diminuição pode alcançar até 20%.

3. Caminhar 1.500 metros diariamente. Este hábito pode reduzir em um terço o risco de morte entre os diabéticos. O movimento faz com que as células aceitem a insulina com mais facilidade e os pacientes podem controlar melhor o nível de açúcar no sangue.

4. Depois de jantar, é bom desfrutar de alguma obra cômica. Segundo um especialista, qualquer pessoa saudável, e não apenas os diabéticos, pode diminuir o nível de açúcar em seu sangue com risadas alegres e freqüentes.

5. Se possível, divida o café-da-manhã, o almoço e o jantar em várias refeições ao longo do dia. Desta forma, come-se várias vezes, mas em pequenas quantidades. Esta medida pode prevenir a absorção de uma grande quantidade de glicose de uma vez só, evitar um aumento súbito do nível de açúcar no sangue e a liberação de muito insulina.

6. Não deixe passar nenhuma das três refeições básicas do dia. Quando uma pessoa sente fome, o nível de açúcar no sangue baixa rapidamente. No entanto, a ingestão de alimentos nessa situação gera um aumento imediato da taxa de glicose no corpo, fazendo com que o pâncreas libere muito mais insulina e provocando má-circulação.

7. Cultive o hábito de dormir e levantar-se cedo. Os diabéticos devem deitar-se antes das 11 da noite e dormir por 8 horas. Muitas pesquisas mostram que a falta de descanso altera seu organismo, afetando a metabolização do açúcar no sangue e o nível de insulina.

8. Exercite diariamente a musculatura mais flácida durante 10 minutos. Este exercício pode melhorar sensivelmente o nível de açúcar no sangue. Como se pratica? Em primeiro lugar, contraia os músculos e, em seguida, os relaxe. É bom praticar este exercício com todos os músculos do corpo.

9. Consuma diariamente meio copo de soja. Os especialistas afirmam que, segundo algumas pesquisas, o consumo de meio copo de soja todos os dias ajuda a manter estáveis os níveis de açúcar no sangue e no pâncreas. Este alimento, que contém uma alta concentração de fibras, melhora a digestão, facilitando a liberação de glicose. Se puder conseguir a soja negra, é recomendável, já que, segundo a medicina tradicional chinesa, não apenas tonifica os rins, mas também tem outras funções no tratamento da diabetes.

10. Consumir moderadamente alimentos ricos em fibras, como gergelim, amêndoas, aveia, farinha de milho, sorgo, algas marinhas, aipo, alho-poró, broto de soja e outros. Estes alimentos baixam o nível de açúcar no sangue após as refeições, melhoram o metabolismo da glicose, diminuem a quantidade de insulina e gordura no sangue, assim como aliviam a sensação de fome.
 
 
Copyright © 2012 TRESS, Todos os direitos revervados